arquiteta revisitada

Por Arqui Teta

à Rondino Régirréxitégui

 

Arquitetar a mulher
desenhar nossos sonhos
em lençóis manchados
mal dormidos
rabiscar nossos desejos infantis
medir o tamanho de minha paixão
e me decepcionar
passar a régua no medo que sinto frio no suor
medi-lo?
O inseto percorre minhas costas a nado
escala meus membros
traça devaneios sofridos
assustadores e desejosos
Barata arquiteta de amores pecaminosos
Arquiteta a
Mulher ausente
Aqui teta me pressiona os dentes imaginários: estão fechados
o teto sem fim de meu exagero

 

Setembro/outubro de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: