Bricolagem I – X eminente professorx de filosofia descobre-se mortal como Sócrates

Por André Braga     X eminente professorx de filosofia encontrava-se sentado numa larga poltrona, num quarto de dormir; e era um crepúsculo magnífico, que deixava entrar pela janela o ar putrefato do rio. Elx olhava mudo para o céu, que se tornava cada vez mais azul, as sombras violeta do vale, as cristas ainda … Continue lendo

A nudez castigada do sujeito masculino: lancinho do tempo histórico

Por Caio Sarack A reflexão vem pulsante, assim como a força explosiva que nos espreita na vida. Alguns autores dirão que Turma do Pagode é exemplo de diluição (verve poundiana), mas cá venho mostrar “que Lancinho”, produção agora de 2012, recente, mas não menos colada à realidade, é uma denúncia – de inspiração foucaultiana – … Continue lendo

Resenha: “A caça”

Por Gabriel Bichir This is the way the world ends This is the way the world ends This is the way the world ends  Not with a bang but a whimper.                                                                                                 (T.S Eliot)   Poucos filmes ilustram tão bem os dizeres de T.S Eliot como “A Caça”, do dinamarquês Thomas Vinterberg. Lucas (Mads Mikkelsen) … Continue lendo

Crise do transporte na Omniversidade de São Paulo

Por Leandro Lemuria Os circulares na Omniversidade de São Paulo têm estado cada vez mais lotados, os únicos horários em que é possível pegar um ônibus vazio, são os horários da madrugada. Mas como de madrugada os circulares são extremamente escassos, às vezes demorando mais de uma hora para passar, prefiro voltar para casa a … Continue lendo

Estação Sé do metrô

Por Alex Pantoja   Entre as portas emperradas e os botões secretos das estações, os vândalos de Alckmin compartilham pequenas histórias nos túneis do metrô que permeiam a cidade. Uma delas vem dessas máquinas que vendem livros nas plataformas dos trens. Alguém já as notou? É curioso. Um dia passei diante de uma dessas máquinas … Continue lendo

Domínio de fato

Por Lucas Paolo   No momento em que a política volta radicalmente a fabular o direito, o policiamento ideológico opera separando os mitos da plasticidade de sua força coletiva. A política institucional bloqueia as forças de reatualização da origem e isso é exatamente o que permite que o mito opere como encarnado apenas em sujeitos … Continue lendo

Choppenhauer

  Março/abril/maio de 2014

Por que protestar contra a Copa do Mundo de 2014?

Por Dimitrius Sacute Valentim   Todos sabemos que vai ter Copa. Ela está marcada para começar no dia 12 de junho de 2014, quase um ano depois do dia em que a repressão da Polícia Militar de São Paulo a um ato chamado pelo Movimento Passe Livre pela revogação do aumento das tarifas desencadeou a … Continue lendo

Mulheres na filosofia? Faça as contas

Por Sally Haslanger Tradução por Mariana Luppi e Maria Lívia Goes (texto original)   Desde a renúncia de Colin MGinn de seu cargo na Universidade de Miami, que seguiu-se de denúncias de assédio sexual contra uma estudante, o debate sobre os obstáculos para as mulheres na filosofia renovou-se. O  NY times publicou uma série de artigos de … Continue lendo

Por que é preciso lembrar? memória, identidade e reconhecimento

Por Monica Marques De acordo com o censo de 2000 as mulheres ultrapassaram os homens em termos numéricos no que se refere à obtenção do diploma universitário (52,8%). No entanto, por trás dessa pretensa igualdade numérica há ainda um hiato. Analisando os dados verificamos divisão por gênero entre as carreiras. As mulheres se concentram em … Continue lendo