Por que lutamos

Por Inauê Taiguara Somos estudantes de uma universidade pública, considerada como uma das mais importantes da América do Sul, que nos últimos anos tem se preocupado mais em atender a interesses mercadológicos e subir em ranques internacionais, cujos critérios são majoritariamente quantitativos, ao invés de atender às demandas sociais apresentadas diretamente pela sociedade na qual … Continue lendo

Pensar a organização: lições de junho

Por João Pedro Bueno e Mariana Luppi “Pondo-se e repondo-se, desde 1964, como politicizadora da totalidade, a oposição no Brasil tem colhido sua subsunção, voluntária ou involuntária, ao diapasão das perspectivas governistas” J. Chasin O vislumbre quase alucinatório de um ressurgimento de processos de luta popular durante o que acabou ficando conhecido como “jornadas de junho” … Continue lendo

Sobre o direito de ser – reflexões sobre o 8 de março

Por Monica Marques Quando criança me disseram que era menina. O que é ser menina? Não ser portadora de pênis, não ser agressiva, não falar palavrão, não cuspir no chão, não brincar de carrinho, não usar roupa de menino, não ser grosseira. Mais tarde, por uma série de reflexões, percebi que deveria ser mulher. O que é ser mulher? … Continue lendo

Por um engajamento político amplamente social

Por Zé Calixto Passados um ano e pouco da invasão da policia militar na USP e com a instauração do processo de acusação de formação de quadrilha por parte dos estudantes, urge repensar a atuação dos movimentos sociais envolvidos com esta pauta. Sendo assim, este texto é uma reflexão interna aos colegas do movimento estudantil, principalmente da USP, mas que … Continue lendo

Ano letivo e ano de luta

Coluna do CAF Olá a todos, Nós da atual gestão do CAF, Cafuzo, decidimos utilizar este espaço reservado à gestão no periódico do nosso curso para nos apresentar, relembrar alguma de nossas propostas para este ano e também refletir sobre algumas pautas que estão em voga. De modo que este texto é destinado a calouros e veteranos. Oficialmente, a atual gestão … Continue lendo

Somos todos Pussy Riot!

Por André Paes Leme “No verão, confinamento intolerável, no inverno, frio insuportável. Todos os pisos estavam podres. A sujeira no chão tinha uma polegada de espessura; alguém poderia tropeçar e cair… Éramos empilhados como anéis de um barril… Nem sequer havia lugar para caminhar… Era impossível não se comportar como suínos, desde o amanhecer até … Continue lendo