Por que protestar contra a Copa do Mundo de 2014?

Por Dimitrius Sacute Valentim   Todos sabemos que vai ter Copa. Ela está marcada para começar no dia 12 de junho de 2014, quase um ano depois do dia em que a repressão da Polícia Militar de São Paulo a um ato chamado pelo Movimento Passe Livre pela revogação do aumento das tarifas desencadeou a … Continue lendo

10 teses sobre a política – Jacques Rancière

Tradução de Lucas Paolo   Ofereço uma tradução literal apressada do texto “10 teses sobre a política” de Jacques Rancière. Dados os últimos acontecimentos políticos em nosso país e o crescente conclamo por uma intensificação do policiamento, pareceu-me urgente inserir esse texto em nosso contexto de prática e discussão política. O texto de base para … Continue lendo

Por que o black bloc é como é?

Por Orlando Pimentel Poucos leitores talvez tenham presenciado ou participado de uma passeata ou manifestação, revindicando uma pauta de interesse público. No nosso país e no mundo, manifestações ocorrem diariamente se opondo as opressões sofridas, de diversas formas, cujos alvos são trabalhadores, campesinos, jovens, negros, homosexuais, enfim, pessoas submetidas as estruturas densas de poder econômico-político que … Continue lendo

A crítica do movimento estudantil

Por Matheus Ichimaru Talvez não fosse despropositado, antes de iniciar, fazer algumas considerações a respeito do intuito desse texto. Ele é, ou se pretende – tanto quanto possível –, uma tentativa de reflexão a mais lúcida e honesta possível – melhor seria dizer “a mais lúcida porque honesta” – a respeito do movimento estudantil ele próprio. … Continue lendo

Por que lutamos

Por Inauê Taiguara Somos estudantes de uma universidade pública, considerada como uma das mais importantes da América do Sul, que nos últimos anos tem se preocupado mais em atender a interesses mercadológicos e subir em ranques internacionais, cujos critérios são majoritariamente quantitativos, ao invés de atender às demandas sociais apresentadas diretamente pela sociedade na qual … Continue lendo

A serviço da dúvida

Editorial Este periódico chega a um fim de ciclo. Nascido sob a atmosfera pós-mobilização de 2011 (o confronto com a polícia militar em 27 de outubro, as subsequentes ocupações da administração da FFLCH e da reitoria, a greve), ele se propunha, de acordo com seu primeiro editorial, a “expor as tensões dos nossos corredores”, a … Continue lendo

Rascunho de uma ontologia do estudante (2)

Por Duanne Ribeiro Como se compreende o estudante? — chegamos a essa pergunta no primeiro texto desta série; a intenção era esclarecer se há características identitárias próprias ao estado de estudante; de que maneira se enxerga o aluno, como o enxerga o professor, como a sociedade o vê? Essas representações implicam o que nas práticas … Continue lendo

Balanço da gestão Rodas

Coluna do CAF Olá colegas, Tendo em vista que um dos temas mais candentes dos próximos meses na USP será a eleição de reitor decidimos apresentar um balanço da gestão do atual reitorado. Breve histórico João Grandino Rodas, que ocupa atualmente o cargo reitor da USP e propõe genericamente a ampliação no processo eleitoral para … Continue lendo

Sobre o direito de ser – reflexões sobre o 8 de março

Por Monica Marques Quando criança me disseram que era menina. O que é ser menina? Não ser portadora de pênis, não ser agressiva, não falar palavrão, não cuspir no chão, não brincar de carrinho, não usar roupa de menino, não ser grosseira. Mais tarde, por uma série de reflexões, percebi que deveria ser mulher. O que é ser mulher? … Continue lendo

Por um engajamento político amplamente social

Por Zé Calixto Passados um ano e pouco da invasão da policia militar na USP e com a instauração do processo de acusação de formação de quadrilha por parte dos estudantes, urge repensar a atuação dos movimentos sociais envolvidos com esta pauta. Sendo assim, este texto é uma reflexão interna aos colegas do movimento estudantil, principalmente da USP, mas que … Continue lendo