Por que protestar contra a Copa do Mundo de 2014?

Por Dimitrius Sacute Valentim   Todos sabemos que vai ter Copa. Ela está marcada para começar no dia 12 de junho de 2014, quase um ano depois do dia em que a repressão da Polícia Militar de São Paulo a um ato chamado pelo Movimento Passe Livre pela revogação do aumento das tarifas desencadeou a … Continue lendo

Por que o black bloc é como é?

Por Orlando Pimentel Poucos leitores talvez tenham presenciado ou participado de uma passeata ou manifestação, revindicando uma pauta de interesse público. No nosso país e no mundo, manifestações ocorrem diariamente se opondo as opressões sofridas, de diversas formas, cujos alvos são trabalhadores, campesinos, jovens, negros, homosexuais, enfim, pessoas submetidas as estruturas densas de poder econômico-político que … Continue lendo

A autonomia universitária e a estrutura de poder na USP

Por Monica Marques Desde que iniciaram os protestos e a ocupação da reitoria pela democratização da Universidade de São Paulo diversos discursos insistiram que não poderia haver nada mais despótico e autoritário do que a democratização dessa universidade com a participação dos três setores que a compõem. Os argumentos são variados: desde a impossibilidade dos … Continue lendo

Por que lutamos

Por Inauê Taiguara Somos estudantes de uma universidade pública, considerada como uma das mais importantes da América do Sul, que nos últimos anos tem se preocupado mais em atender a interesses mercadológicos e subir em ranques internacionais, cujos critérios são majoritariamente quantitativos, ao invés de atender às demandas sociais apresentadas diretamente pela sociedade na qual … Continue lendo

Rascunho de uma ontologia do estudante (2)

Por Duanne Ribeiro Como se compreende o estudante? — chegamos a essa pergunta no primeiro texto desta série; a intenção era esclarecer se há características identitárias próprias ao estado de estudante; de que maneira se enxerga o aluno, como o enxerga o professor, como a sociedade o vê? Essas representações implicam o que nas práticas … Continue lendo

Sociedade, universidade e a tão desprezada educação

Por Monica Marques Ao mesmo tempo em que se reivindica a vinculação dos justos 10% do PIB para educação, surge uma preocupação: onde, como e no que serão investidos os tais 10%. Desde 2010 circula no Congresso Nacional o texto do Plano Nacional de Educação (PNE), que teve como documento base a CONAE 2010 (Conferência … Continue lendo

Sobre machismo nas relações pessoais

Por Coletivo Feminista Lélia Gonzales Para que possamos compreender como o machismo opera nas vidas das mulheres, é importante romper com o silêncio que circunda o tema do machismo nas relações pessoais. Nesse sentido, é fundamental problematizarmos a divisão público/privado: muitas formas de violência contra mulheres são descreditadas por ocorrerem na esfera do “privado”. O que … Continue lendo

Mulher, símbolo de amor, perseverança, desprendimento

Por Bruno Bernardo Guerreira, amiga, emotiva, carinhosa, dedicada. Poderia escrever aqui milhares de adjetivos… Mas eles todos se traduzem em uma só palavra: Mulher. Parabéns pelo seu dia, você é muito especial. Dia das mulheres virou o dia do estado de ser feminino. A feminilidade do ser feminino. Um dia pra isso, é importante. E se o dia das mulheres … Continue lendo

Sobre o direito de ser – reflexões sobre o 8 de março

Por Monica Marques Quando criança me disseram que era menina. O que é ser menina? Não ser portadora de pênis, não ser agressiva, não falar palavrão, não cuspir no chão, não brincar de carrinho, não usar roupa de menino, não ser grosseira. Mais tarde, por uma série de reflexões, percebi que deveria ser mulher. O que é ser mulher? … Continue lendo

Ato sem palavras

Por Lucas Paolo As charges que ilustram este texto protagonizaram algumas discussões na entrada do mês de fevereiro em diversos blogs e redes sociais. Não sou atualmente adepto da interconexão intermitente, ou seja, não possuo mais Facebook e, portanto, não vivenciei o calor da discussão, a mobilização cibernética. Tomei conhecimento dos burburinhos da balbúrdia por comentário de um professor em um blog … Continue lendo