Mulheres na filosofia? Faça as contas

Por Sally Haslanger Tradução por Mariana Luppi e Maria Lívia Goes (texto original)   Desde a renúncia de Colin MGinn de seu cargo na Universidade de Miami, que seguiu-se de denúncias de assédio sexual contra uma estudante, o debate sobre os obstáculos para as mulheres na filosofia renovou-se. O  NY times publicou uma série de artigos de … Continue lendo

Noite ao luar – Joseph von Eichendorff

Tradução por Felipe Maia da Silva   Foi como se o céu, na imensidão, A terra houvesse beijado, E esta, no brilho da flor, desde então, Só com ele tivesse sonhado. Pelo prado se arrasta o vento, Espigas balançam serenas, O bosque sussurra tão lento, A noite era clara de estrelas. E minha alma assim desdobrou, … Continue lendo

A Pantera – Rainer Maria Rilke

Tradução por Felipe Maia da Silva De tanto percorrer as grades, seu olhar Tornou-se tão cansado, que ela nada mais tolera; Para ela é como se houvesse só grades a contemplar, E atrás de tantas grades nenhuma Terra. O elegante Andar de passos fortes que, em rodeio, Do centro de um Círculo sempre mais se avizinha, … Continue lendo

10 teses sobre a política – Jacques Rancière

Tradução de Lucas Paolo   Ofereço uma tradução literal apressada do texto “10 teses sobre a política” de Jacques Rancière. Dados os últimos acontecimentos políticos em nosso país e o crescente conclamo por uma intensificação do policiamento, pareceu-me urgente inserir esse texto em nosso contexto de prática e discussão política. O texto de base para … Continue lendo

Correspondências – Charles Baudelaire

Tradução por Alberto Sartorelli A natureza é um templo onde vivos pilares Deixam às vezes fora confusos vocábulos; O homem passa através de bosques de símbolos Que ali o observam com olhares familiares. Como longos ecos que longe se confundem Em uma tenebrosa e profunda unidade, Que é vasta como a noite e como a … Continue lendo

Um relato equilibrado do mundo: um olhar crítico sobre a visão de mundo científica – Wolfi Landstreicher

Tradução por Pedro Colucci Texto original A origem da ciência moderna nos séculos XVI e XVII corresponde às origens do capitalismo moderno e do sistema industrial. Desde o início, a visão de mundo e os métodos da ciência têm se encaixado perfeitamente à necessidade do sistema social capitalista de dominar a natureza e a grande … Continue lendo

A questão das leis – Franz Kafka

Tradução por André Alves de Carvalho (Zur Frage der Gesetze, 1920. In: Gesammelte Werke. Taschenbuchausgabe in acht Bänden, Fischer Verlag, Frankfurt 1998) Em geral, nossas leis não são conhecidas. São segredos de um pequeno grupo aristocrático que nos governa. Ainda que estejamos convencidos de que essas leis ancestrais são observadas com exatidão, é um fato extremamente  fortificante ser governado segundo … Continue lendo

Elogio do amor – Alain Badiou

Tradução de André Paes Leme Alain Badiou nos mostra neste livro forte e límpido que o amor se encontra atualmente ameaçado: a potência do acontecimento incomensurável que ele constitui é negada, por um lado, por uma concepção comercial e securitária da vida íntima. O mercado parece cada dia mais nos ter convencido de que podemos amar sem correr riscos; … Continue lendo

O fogo da vida – Richard Rorty

Tradução por Igor de C. e S.C. (Publicado originalmente em Poetry Foundation, o pequeno ensaio foi o último publicado durante a vida do filósofo norte americano Richard Rorty (1931 – 2007).) Em um ensaio chamado “Pragmatismo e Romantismo” tentei revalidar o argumento de “Defesa da Poesia”, de Shelley. No coração do romantismo, eu disse, estava a tese de que … Continue lendo

Profanação – André Breton

Tradução por Diego Rosa e Larissa Barcellos (Publicada originalmente na revista Sopro nº 36) O jogo de xadrez é o corpo-a-corpo de dois labirintos. Uma fraqueza constitutiva do jogo de xadrez: ele não se presta à adivinhação (ausência de uma enxadromancia). A igreja cristã jamais proscreveu o xadrez. Ela proscreveu os dados e as cartas. Para … Continue lendo